<< Voltar
Temas
Derrotando Ursos

Derrotando Ursos

Quando olhamos para Davi vencendo vários obstáculos, que praticamente seriam considerados impossíveis aos olhos humanos, fico me perguntando por que às vezes, agimos como ele, e deixamos o pecado tomar lugar na nossa vida.
Davi era um Pastor segundo o coração de Deus. Estava acostumado a matar ursos e leões, a vencer Gigantes e expulsar espíritos malignos. Porém, quando se tornou rei, durante um momento, esqueceu de tudo isso e chamou para perto dele os mesmo espíritos que estava acostumado a expulsar. Em um único dia, Davi quis algo que Deus não tinha projetado para ele, justamente a mulher de outro, de Urias.

O pastor acostumado a matar leões e ursos agora mata igualmente a eles.

Davi estaria disposto a matar o homem da historia rapidamente, mas não estava disposto a matar seus próprios erros.
Sempre quando um líder não tem coragem para confrontar o pecado, acaba anulando os que querem viver em santidade. Urias não poderia mais habitar no arraial, pois confrontava as fraquezas do rei.Quando o rei descobre que alguém pode revelar suas fraquezas, se não estiver em Deus, passa a atacá-lo, pensando que a culpa é de quem o confronta.
Mas vamos analisar bem.
Urias confrontava as fraquezas de Davi e como Davi não queria confessá-las nem tão pouco renunciá-las, só haveria uma única solução: A morte de Urias. Mas de quem era a fraqueza? De Urias ou de Davi? Qual deveria morrer: os erros de Davi ou a vida de Urias. Se alguém me confronta em minhas fraquezas, é por que tenho fraquezas expostas. Mas as fraquezas são minhas. Minhas fraquezas me denunciam, sendo assim, sou eu mesmo quem tem que destruí-las.
Davi tinha que matar seu próprio pecado e não matar Urias. É justo alguém ter dificuldade em alguma área e ao invés de tratá-la, destruir quem as denuncia? Realmente Urias tinha que Morrer? Realmente Davi tinha que matar Urias?
Venha viver
uma experiência
inédita com Deus
Fazer inscrição
Informações
21 4125.3198 | 21 98110.1390
FILHOSBENDITOS@GMAIL.COM
Facebook